sábado, 18 de janeiro de 2014

121 mil euros para viúva de herói

Agente da polícia marítima tentava resgatar náufragos
A família do agente da Polícia Marítima que morreu no mar, em abril de 2013, enquanto tentava salvar cinco membros da tripulação de um iate alemão, na Figueira da Foz, vai receber uma compensação do Estado no valor de 121 250 euros. O valor já foi aprovado pelos ministérios das Finanças e da Defesa, e o despacho publicado ontem em Diário da República.

A mulher e os dois filhos de Adriano Martins, 41 anos, vivem em dificuldades: Dina Martins trabalha em limpezas e um dos filhos sofre de doenças que lhe conferem uma incapacidade permanente de 70 por cento. O inquérito levado a cabo pela Polícia Marítima concluiu que a morte não ocorreu por incúria do agente e que a lancha onde Adriano Martins seguia com dois colegas foi apanhada por "um golpe de mar" (embate violento de onda), virando-se.

Além da compensação por morte de 121 250 euros, a mulher da vítima recebe um terço da pensão de sangue, cerca de 270 euros por mês. As outras duas partes estão congeladas no banco até os dois filhos atingirem a maioridade.

O agente Adriano Martins era muito considerado na Figueira da Foz, onde os pescadores o recordam como alguém "sempre pronto a ajudar os outros". 

Fonte, CORREIO DA MANHA

Sem comentários:

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Coloque o seu email, aqui, e terá as actualizações do Blog no seu email

Copyright © 2008 Blog dos Carvalhais [TM]. All Rights Reserved